É hoje consensual que a pobreza e a Exclusão Social são consequência de fatores múltiplos tocando todos os fatores da sociedade (económico, social, cultural e ambiental) sendo cada vez mais necessário compatibilizar e articular todas as políticas setoriais e todos os esforços ao nível local, regional e nacional.

È no local que os problemas acontecem que devem ser encontradas as soluções possíveis para a sua resolução, sempre de forma integrada e ajustada ao individuo/família.

Os serviços da administração pública central e local e as organizações privadas devem, de forma sistemática, atuar em conjunto promovendo parcerias de terreno que de forma articulada contribuam para o diagnóstico das necessidades locais e para o planeamento de ações futuras tendo em vista o Desenvolvimento Local.

É neste contexto que surge o Programa Rede Social, através da resolução do Conselho de Ministros nº 197/97 de 18 de novembro. Esta resolução define a Rede Social como um “fórum de articulação e congregação de esforços de entidades públicas e privadas com a finalidade de contribuir para a erradicação da pobreza e exclusão social, conceção e avaliação das políticas sociais, renovação e inovação de estratégias de intervenção e a promoção do desenvolvimento social”.

O que é o Conselho Local de Ação Social – CLAS?

É o órgão dinamizador da Rede Social que se apresenta como plataforma de participação, representação, articulação e congregação de esforços das várias entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos que a todo o momento a ele queiram aderir.

Constituição do Conselho Local de Ação Social de Pinhel. Anexo 1
Regulamento Interno do Conselho Local de Ação Social de Pinhel. Anexo 2

Documentos elaborados pelo CLAS:

Diagnóstico Social –  Anexo 3
Plano de Desenvolvimento Social – Anexo 4
Plano de Ação do CLAS – 2014 –  Anexo 5